ARTIGOS MAIS RECENTES

A tarde de hoje foi inusitada para os muitos transeuntes da Praça da Piedade no centro de Salvador. Logo cedo uma bandeira enorme representando as cores do Arco Iris foi momentaneamente incorporada ao gradil do artista Caribé e assim se ficou sabendo, que naquele logradouro de históricas contestações, aconteceria alguma surpresa.
Quando a cantora lírica Rita Braz entoou os últimos acordes de “Penas do Tiê” todos sentiram que terminara alí, com aquela bela canção, algumas das horas mais fundamentais para o enriquecimento do caráter e da auto estima. É que a destemida e guerreira Vânia Galvão – uma excelente referência do atual exercício legislativo na Câmara Municipal do Salvador – brindou a todos com uma Sessão deveras especial, a que tratou de registrar a passagem do Dia Mundial do Orgulho Gay.
Uma das localidades mais paradisíacas deste Brasil é dona de uma iniciativa surpreendente e até mesmo desconhecida pelos demais GLBTs baianos. É que enquanto na capital se levará a afeito e em setembro próximo, a IV Parada do Orgulho Gay da Bahia, no Arraial D'Ájuda, a 6 km de Porto Seguro e com uma população de aproximadamente 11.500 habitantes esta comemoração do GAY PRIDE já é bastante antiga e data de 1997 a sua primeira manifestação como Orgulho Gay.
Descortina-se à nível nacional uma nova realidade para os transgêneros. Surge um novo mundo para as Tulipas Trans. É que neste momento o prato do dia para quem já foi e continua sendo vistas como as últimas da fila, está sendo feito no capricho. E o cardápio é composto por três iguarias: auto estima, organização e conscientização dos seus direitos.
“O escutar faz pensar” e quem teve a oportunidade de ouvir as brilhantes exposições no III Seminário sobre Diversidade Sexual: Homoparentalidade e Adoção, saiu de lá com a cabeça cheia de coisas boas. É que durante os dias 13 e 14/07 a Universidade Estadual de Feira de Santana, o Grupo Muliéribus e o GLICH – Grupo Liberdade e Cidadania Homossexual promoveram no auditório do Colégio Estadual Luis Eduardo Magalhães, este evento que integra o calendário pré-Parada Gay de Feira de Santana e que contou com participações bastante especiais.
Walkiria Rosário mostra como foi a Parada Gay de Campinas deste ano.
A Secretaria Estadual de Saúde da Bahia, através da sua Coordenação de DST/AIDS, promoveu durante todo o dia 06/07, uma reunião de inédito tema “ Oficina Trangêneros e Direitos Humanos”. O encontro teve como sede o Salão Vitória do Hotel Vila Velha no centro da capital baiana
O professor baiano e vencedor do BBB-5 Jean Wyllys é o garoto propaganda da IV Parada do Orgulho Gay da Bahia que acontece na cidade de Salvador no dia 4 de setembro, próximo. A Campanha criada pela Agência Propeg apresenta o professor e ícone gay dos últimos temos dentro de uma televisão e acompanhado com a frase “Você foi ao telefone lutar contra o preconceito. Que tal ir as ruas? “ mensagem que convida todos a participarem da IV Parada Gay da Bahia.
Pior judeu é o nazista, que colaborou com os exterminadores. Pior negro é o racista, que nega sua negritude discriminando outros afro-descendentes. Pior homossexual é o que tem vergonha de assumir seu verdadeiro amor, alegando não querer levantar bandeira, defendendo que sua opção sexual é questão de foro íntimo.
O símbolo do Carnaval baiano, o Trio Elétrico, será o palco escolhido pelos rapazes Nadson e Magno para sacramentar o amor homossexual entre os mesmos. Será o alto de um trio o local do primeiro “casamento gay” oficial na cidade de Feira de Santana.