Com imagens gentilmente cedidas por Fred Pontes

A união mais festejada do Brasil foi reconhecida na enquete do Marccelus Portal. . Dentre cinco casais de peso do cenário cultural do país – a dupla Bruno Chateaubriand e André Ramos – venceram . E bem na reta final de uma guerra de prestígio e disputando voto à voto com os não menos famosos Carlos Tuvfesson e André Piva.

Bom, a enquete durou quase dois meses e expontaneamente quase mil pessoas puderam escolher – qual dos casais seria o da sua predileção.

Não tem como negar que a beleza, o charme e a elegância do casal Chateaubriand foi o fiel da balança. Os dois rapazes estão na mídia, são notícias o tempo todo e interagem com meio social em que vivem. O jornalista Bruno é lindo, aspirante a ator, educadíssimo, altamente humano e generoso para com os menos favorecidos – ajuda várias instituições de caridade – e o seu suporte emocional vem do empresário André Ramos com quem divide uma maravilhosa e fantástica existência.

Seria – para quem acredita em fantasias – um verdadeiro conto de fadas. A existência destes dois príncipes – creme de la crem da elite carioca, cercados de luxo, esplendor, poder e ostentação, tudo como manda o figurino. O que não deixa de ser belo, afinal alguém já disse e acho legal ser repetido aqui – “quem gosta de miséria é intelectual, o povo adora mesmo é brilho e luxo”. E depois o Chateaubriand é assim e ele mesmo se define ” Sou muito alegre, elegante e adoro fazer amigos! Amo promover festas para a high society junto com o Andrézinho e preferencialmente aqui no Chopin. “.

Atendendo aos e-mails curiosos sobre os rapazes, vai aqui algumas preciosidades tiradas da mídia sobre o casal. Lembrando que o Bruno Chateaubriand tem um profile no Orkut…daí, sendo o homem tão interessante que é o resultado é o esperado e não poderia ser diferente. Surgiram váriascomunidades que o venera, algumas até desautorizadas pelo próprio , mas enfim, os ossos do ofício de quem é celebridade – causar inveja e estar à mercer dos pobres de espíritos que pululam a WEB.

Mas o lado bom é que os seus fãs fizeram bonito! Buscaram a pesquisa na Internet e disseram ” sim, nós escolhemos o Bruno e o André como os nossos preferidos” e da vontade popular ninguém foge afinal vox populi vox dei.

De brinde um rápido perfil do Bruno por ele mesmo: ” sou mais conhecido como Bruno Chateaubriand, nascido a 22 de maio de 1975, no Rio de Janeiro, onde resido e me formei em Jornalismo, pela Pontifícia Universidade Católica. Empresário bem sucedido, sou proprietário das lojas Di Chateau Calçados e de uma fábrica de bolsas femininas. Esportista, tenho duas academias de ginástica olímpica e fui campeão sul-americano e seis vezes campeão brasileiro de tumbling, modalidade em que representou o Brasil em diversas competições internacionais “

Embora não sejam conhecidos por engajamento algum com a militância por direitos humanos e cidadania aos GLSBTS, os vencedores como o “casal gay preferido do Brasil” tem méritos próprios e outros que indiretamente contribue bastante para com as atuais e recentes conquistas da visibilidade, pelo menos a tão almejada, a reconhecida união civil entre pessoas do mesmo sexo. Ajudam instituições filantrópicas, figuram como cidadãos produtivos, sadios e formadores de opinião. São excelentes exemplos de pessoas vitoriosas e além do mais, inegavelmente “principes”.

ENTREVISTA COM O CASAL:

Bruno Chateaubriand e André Ramos são felizes?

Podemos nos considerar pessoas felizes, já que temos a felicidade como meta e compromisso de vida…

O trabalho social que vocês fazem ao ajudar instituições filantrópicas é gratificante?

E muito bom ajudar o próximo, mas melhor do que isso é ver o sorriso na face do seu semelhante, é ver que pessoas estão tendo a oportunidade de construir sonhos e metas… e a ajuda ao próximo da pelo menos a sensação de estarmos fazendo a nossa parte.

Quais os programas que vocês gostam de fazer juntos?

O programa que mais gostamos de fazer é viajar, de preferência para Paris e para Los Angeles, cidade em que já moramos ha alguns anos…além disso adoramos estar presentes nos festivais de cinema, como o Oscar, Festival de Cannes, etc.

Quem é quem para Bruno Chateaubriand e André Ramos?

“O André para mim é o mais perfeito retrato da minha felicidade” já para mim, André Ramos, o meu Bruno é o sinônimo da alegria, do companheirismo, da amizade e acima de tudo, de muita cumplicidade”

Quais os gostos dos dois e será que ainda existe algum sonho de consumo não realizado?

Eu adoro a cor vermelha, já o André gosta muito do verde. O meu perfume preferido é o Boucheron já meu Andrézinho não dispensa o Bulgarj. Quanto a marcas, procuramos sempre valorizar as nacionais, o que é produzido no nosso país. Temos sim um sonho de consumo. Queríamos ter um avião enorme, de preferência um do tipo já extinto Concorde e sabe para que? Para encher de amigos queridos e levá-los aos locais mais lindos do mundo.

Quais os planos pro futuro de ambos?

Continuar valorizando tudo de bom que a vida pode nos oferecer, desde as coisas mais simples…

Qual a mensagem que deixariam as pessoas que os elegeram como o casal mais preferido do Brasil?

Antes de mais nada, Obrigado!!!

A vida é muito curta, por isso devemos aproveitar a cada minuto! Tendo sempre , respeito ao próximo e muita responsabilidade para com a vida, que é a maior dádiva que podemos receber!

Vamos conhecer mais ?

Bruno Chateaubriand e André Ramos

Os dois moram juntos num apartamento no Edifício Chopin, vizinho ao Copacabana Palace, e promovem as mais concorridas festas do Rio de Janeiro. Os Réveillons regados a caviar e muitas garrafas de Veuve Clicquot já viraram um clássico. “Bebo meu champanhe sem a menor culpa. Nada do que compro vem de dinheiro sujo”, diz André Ramos, que dá expediente na incorporadora da família. Bruno Chateaubriand é dono de uma rede de lojas de sapato e estuda para ser ator. Os dois vão todos os anos a Los Angeles para assistir à entrega do Oscar. Para assegurar o ingresso na festa, alugam uma casa na cidade um mês antes da distribuição dos convites. “Aí vale ligar para todo mundo, até conseguir”, diz André. [trecho da revista Época]

TÓPICO DA ENQUETE NACIONAL

As pessoas ficam super curiosas em ter uma descrição das celebridades do gay society de uma maneira menos oficial e posada, apresentada na coluna social. Por exemplo: como realmente são o casal Bruno Chateaubriand e o André Ramos?


Waldir – Olha, são uns amores. Eles são casadíssimos, tem a cumplicidade de um casal que vive junto de longa data, e que se ama, como se um não conseguisse viver sem o outro. Acho muito bonito isso. Quando saiu a grande matéria sobre eles, encontrei com um ator que olhou pra minha cara, deu uma enorme gargalhada e falou “Mas como pôde você entrevistar aquelas bichas? Elas são muito caretas!” e saiu dando gargalhadas. Mas eu não concordo com isso.

O que você pessoalmente acha deles?


Waldir – Acho eles muito chiques, moram juntos no edificio Chopin. Vivem em grande estilo num apartamento elegantérrimo, e assumem publicamente uma relação homossexual sem nenhum problema, e sem criar celeuma por causa disso. Além de tudo são muito família, curtem e convivem com seus parentes mais velhos: as mães, as tias, os avós, e criam um ambiente saudável à sua volta.

Mas existem muitos gays da alta roda que todo mundo sabe que são homossexuais, e gostam de aparecer juntos com seus parceiros nas colunas, mas não querem ser identificados como gays. Isso acontece muito?


Waldir – Agora mesmo aconteceu um fato que reflete bem essa questão, no livro Sociedade Brasileira, a “bíblia” de quem é quem no High do Rio, muitos casais que moram juntos, freqüentam o meio, e são reconhecidos por todos, não quiseram seu nome editado nessa lista. E olha que as pessoas dão a vida para ter seu nome e endereço ali.

Porque isso acontece? Qual é o problema que um homossexual da alta sociedade tem em se assumir publicamente sua orientação sexual?

Waldir – O fato de pertencerem a familias ilustres e muito conhecidas, serem herdeiros de grandes fortunas, tem muita coisa em jogo e são terrivelmente pressionados pelos familiares. Mas por outro lado acho que todo mundo, sempre se arrisca quando enfrenta o preconceito. Para o gay classe média, aquele apartamento e o emprego que ele tem são muito. Para um cidadão que mora na favela, aquele barraco é tudo que ele tem. [Parte da Entrevista ao Mix Brasil pelo Jornalista Waldir Leite sobre o casal; ]

O QUE ROLA NA MÍDIA SOBRE A DUPLA

Festeiros de marca maior, seu lema é o glamour. Dupla dinâmica inseparável, são personagens queridos da cena carioca.

Réveillon do Rio
Cascata com 3.500 bolas brancas, canhões de papel picado e 250 convidados com alto astral para exaltar o Rio. A cidade será o tema do ano novo de Bruno Chateaubriand, no Edifício Chopin. Mas o champanhe começa a estourar na quinta, quando ele lança na loja de Ipanema sua coleção de guardanapos de Natal.

Queridos, creiam: Bruno Chateaubriand faz aniversário amanhã e seu “mais que amigo” André Ramos decora a ocasião com motivos do Teletubies. Que tal?..


Bruno Chateaubriand, 29 anos • Empresário
Fumou por dois anos.
“Parei de fumar de estalo. Não usei nenhum tipo de remédio, mas eu não era tão viciado assim, fumei apenas durante dois anos. Atualmente não tenho nenhuma vontade de fumar. Acho fumar muito cafona.”

Rola na Internet um Você Decide Gay e a pergunta é: qual é o casal gay mais fofinho do País? Do Rio concorrem Carlos Tufvesson e André Piva, e Bruno Chateaubriand e André Ramos. No páreo: o baiano Luis Mott e Marcelo Cerqueira; os mineiros Oswaldo Braga e Marco Trajano, e Fabrício Viana e Alex. Quer votar? portal.marccelus.com.

Pinta
Bruno Chateaubriand e André Ramos estão passando a semana em Trancoso. Antes de viajarem os rapazes fizeram marcaram presença no Fashion Rio, assistindo apenas ao desfile da Colcci. Bruno estreou o novo visual: bronzeadíssimo pelo sol do México, ele desbastou a vasta cabeleira loura e deu um adeus ao rabinho de cavalo.

.Narcisa Tamborindeguy e o amigo Bruno Chateaubriand vão levar as criancinhas do orfanato Lar de Narcisa para a estréia, sábado, do musical Contando de Um a Dez, no Shopping da Gávea.

. Bruno Chateaubriand e André Ramos viajam hoje para Los Angeles. Vão comemorar o aniversário de Bruno, que foi sábado, assistindo ao show de Madonna, que será ‘eletrocutada’ numa cadeira elétrica.

A loja de guardanapos de Bruno Chateaubriand fez parceria com a empresa A Festa é Nossa.

André Ramos, faz 29 anos e ganha jantar de Leda Nagle, segunda-feira, no Intercontinental. Ele e Bruno Chateaubriand vão deixar pra fazer o festão ano que vem, quando ambos fazem 30.

Gilberto Braga teve seu momento Jaqueline Joy, quinta-feira, no Antiquarius. Ao entrar no restaurante, com Edgar Moura Brasil, o autor foi recebido com muitos aplausos e gritos semi-histéricos por um grupo, para dizer o mínimo, calibrado. Nas mesas, Titá Burlamaqui, André Ramos e Bruno Chateaubriand, Sérgio Viotti e ‘muchos’ outros. Todos dando suas sugestões para a trama de ‘Celebridade’. Marilena Cury pediu mais cenas de amor e sexo. Com Márcio Garcia. Que tal?

Bruno Chateaubriand e André Ramos convidam para a exposição da artista plástica Isabela F rancisco, hoje, na joalheria Teresa Xavier do Copacabana Palace. Que mal pergunte: a dupla virou marchand?

Bruno Chateaubriand não gasta seu tempo todo com borbulhas de champanhe. Ele agora é também embaixador de uma ONG, a Agite-se, que tem os trabalhos voltados para as favelas de Rio das Pedras e Tijuquinha, em Jacarepaguá. Quem quiser conferir os projetos:

Cenas do inverno carioca: Bruno Chateaubriand andava pela Vinicius de Moraes, em dia de chuva. Enquanto falava ao celular, era amparado pelo seu versátil motorista, que segurava o guarda-chuva para o patrão conversar um pouco.

Fi gurinhas da sociedade também foram prestigiadas. Bruno Chateaubriand e André Ramos levaram no quesito Bichice Regional. “Basta olhar para ver quem é Quem e quem é Caras ”, dispararam os anfitriões da festa, que homenagearam o dramaturgo Mauro Rasi, lembrado por Regina Casé, premiada na categoria Melhor Atriz de Todos os Anos.

André Ramos e Bruno Chateaubriand fizeram almoço domingo para comemorar nova primavera de Madeleine Saade.

Algumas sobremesas a própria Madeleine fez, outras vieram do Antiquarius.

O bolo era imenso, parecia de noiva. De certa forma, Madeleine é mesmo uma mulher para casar.

Amanhã, Bruno lança sua coleção de guardanapos natalinos na Di Chateau. Como ele e André promovem o dia 24 mais chic do Rio, imaginem os guardanapos!

Bom de garfo
Bruno Chateaubriand mudou radicalmente de paladar depois que participou do quadro Um dia de tristeza, no Pânico na TV. Levado a degustar em frente às câmeras um joelho, pão na chapa, sorvete de máquina, café pingado e um pastel gorduroso, o rapaz jura que se adaptou fácil ao novo cardápio: ”O Copa deveria incluir essas opções no seu menu”, brinca.

RESULTADO DA ENQUETE DO MARCCELUS PORTAL