Bagageryer Spielberg

Baga em 19 anos de Shows: Bravíssima Transformista Spielberg.

“Quem quiser ser como eu aprenda a escutar, deixe o seu espírito falar e encarne um personagem com coragem. Quando estou num palco a Bagageryer Spielberg é a senhora absoluta da minha cabeça ela é o ar que respiro. Ela comanda e eu o André, obedeço, a amo de paixão, ela toma conta de mim. André Luis Sousa e Silva [Bagageryer Spielberg]

baga1O Talento não se compra no buteco da esquina. O dom é de Deus. Oscar Wilde dizia mais ou menos assim: ” Sabe quando a gente começa a fazer sucesso? Quando as virulentas bocas falam mal da gente” então, as invejosas de plantão divulgam a Baga. É a mídia malígna das línguas ferinas das quais eu não tenho medo. Meu céu é feito de muito brilho e a luz rastreira dos que dormem nas trevas não me ofusca – diz o ator transformista André.

A constelação é grande. Tem muitas estrelas mas uma na Bahia é a especial e a que brilha mais. Ela tem luz própria. Todos já sabem que é. Sem delongas, é simplestemente, ladys and gentlemans, ela é a imperatriz do babado chique, a nossa queridíssima Bagagerier Spielberg.

Tal a filipina Imelda Marcos, a Baga tem no mínimo 50 pares de sapatos no guarda roupa. Scarpins aos montes, este calçado que enobrece esconde as suas unhas nem sempre pintadas e torna os seus pezinhos, lindos de morrer. baga4Afinal não dá pra ser glamourosa usando sandálias havaiana né? Vestidos existem para todas as ocasiões. Alguns estilistas a presenteiam – tipo o nosso grande costureiro Di Paula – com suas grifes famosas porque, um vestido é um vestido, mas usado pela Spielberg se torna uma obra de arte.

Nascida André Luis Sousa e Silva [45], não tem mortal que não consiga amar a criatura Bagagerier. O personagem do ator transformista André tomou rumo próprio na vida. É como se a “Bagagerier descesse do pódium e gritasse: Hoje eu quero os meus aplausos e não voltem pra casa tristes. Alegria minha gente, a Baga chegou”. ” Mas que cara é essa? Sorriam, tristeza não paga dívida nem mata fome”.

Nós que fazemos a imprensa gay – tipo o Marccelus Portal – que sempre está atento aos movimentos da Bagageryer, nos surpreendemos com a diversificação de shows e apresentações do Andrezinho. Que menino criativo – um jambinho pra ninguém botar defeito – da cor da Bahia. Tem uma energia de dá inveja. Um dia a Baga vai ao encontro da terceira idade e faz a alegria de tantos senhores e senhoras cuja sorte e a solidão os deixam de lado.

bagaOutro dia a Baga percorre o Baixo Gomes e dá uma canja fantástica no comitê político do nosso vereador verde Marcelo Cerqueira. E há ocasiões em que sob o sol escaldante desta Bahia do calor eterno, está lá a Baga, produzidíssima esperando a hora de subir ao palco numa tarde de sol a pino. Não tem tempo ruim pra Baga. Ser estrela é a sua missão. Deus quis assim o que se há de fazer? Eu já ia me esquecendo, mas lembrei. Em outras ocasiões pode se ver La Spielberg em festas de aniversários de gente famosa, tipo o niver da Ivete Sangalo – já que são amigas e que ela não falta nunca. E pra quem adora celebridades, caneta e papel na mão. Não perca tempo e pra pegar um autógrafo Bagageryer é só correr e acampar nas imediações do Dois de Julho.Ter paciência de Jó e ficar esperando a divina aparecer.

Não se iludam porque a Bagageryer Spielberg é na Bahia a nossa soberana de estirpe. baga3Como uma princesa de Orleans e Bragança ela tem 50 sobrenomes que homenageiam gente famosa. A Baga é sim uma senhora de capitania hereditária , herdou o feudo do sucesso e comanda na noite, quase uma duquesa marron. Nobre na atenção e no carinho que dedica aos fãns. Não vou citar o gigantesco sobrenome porque o espaço não dá. Mas não se frustrem porque em todos os Shows da Baga ela faz questão de repeti-los.

A Bagageryer está sendo a nossa promoter única de eventos glamourosos que resgatam a beleza gay. Não se esqueçam que nos últimos anos é a Baga que tem realizado o nosso “Miss G” e tantos outros concursos de talentos e performaces de trans e travestis. Parece que lá em cima alguém gosta muito dela. A casa é sempre cheia. Lotam os eventos da Baga. Graças a Deus.

Pra terminar desejamos que os seus 19 anos de carreira se transformem dezenas de outros mais. Que o seu trabalho se torne história e reconhecimento na noite e principalmente, na vida dos que precisam do show para serem felizes.

“Meus aplausos por favor porque eu não estou morta” Bagageryer Spielberg

baga5

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>